(11) 2888-3400

Materia R7

No vermelho, cidades da Grande SP cortam custos e iluminação de Natal fica mais modesta em 2016

Os moradores de algumas cidades da Grande São Paulo terão um Natal mais apagado neste ano de 2016. Literalmente apagado. Com os orçamentos apertados, os municípios de São Caetano do Sul, Diadema e Guarulhos firmaram parcerias com a intenção de reduzir os gastos com a iluminação para as festividades deste final de ano.

Ao mesmo tempo, os gastos com as decora

Em Mogi, a prefeitura desembolsou R$ 149 mil para a iluminação seguir o padrão dos anos anteriores com a intenção de “estimular as vendas no comércio”. O valor gasto para a decoração foi reduzido em R$ 226 mil em relação ao ano passado, quando o investimento para o período comemorativo alcançou os R$ 375 mil.

A prefeitura local afirma que o investimento menor aconteceu “devido à crise econômica, que provocou a diminuição na arrecadação de impostos”.

A cidade de São Caetano do Sul optou neste ano por uma parceria com a Aciscs (Associação Comercial e Industrial de São Caetano do Sul) para garantir a instalação de mais de 2 milhões de lâmpadas de LED em 450 postes e 60 árvores nas avenidas e praças da cidade.

Ceia de Natal fica mais cara e refeição com frango, tender, lentilha e panetone custa R$ 86 em SP

 

Para que a iluminação fosse concluída, a prefeitura fez um investimento de R$ 1 milhão e contou com R$ 200 mil doados pela Aciscs. Segundo o presidente da entidade, Walter Estevam Junior, o valor foi desembolsado para a campanha com a intenção de estimular a economia local.

— Além de embelezar a cidade com as decorações especiais de Natal, também estamos fomentando a economia, trazendo mais consumidores ao nosso comércio, fortalecendo as vendas e apoiando nossos empresários.

Na cidade de Guarulhos, as parcerias para manter a iluminação de Natal nas principais vias da cidade foram firmadas com a Associação Guarulhos Empreendedor e com Associação dos Dogueiros do município. A prefeitura local afirma que ficou responsável apenas pela disponibilidade do espaço para a instalação dos enfeites, desembaraço burocrático, mão de obra e segurança, sem custos adicionais ao orçamento. A decoração mais modesta na cidade conta com bonecos infláveis, feitas de tecido de poliéster revestido em PVC reciclável.

Outro município que firmou parceria para manter a iluminação natalina foi Diadema, que se uniu ao FSS (Fundo Social de Solidariedade) da cidade para garantir a contratação da decoração em ação "sem intermédio da Prefeitura".

http://noticias.r7.com/economia/no-vermelho-cidades-da-grande-sp-cortam-custos-e-iluminacao-de-natal-fica-mais-modesta-em-2016-19122016
 

11 2888-3400